Tag Archives: SPFW verão 2011

SPFW – 6º dia

10 jul

O sexto e último dia de SPFW ocorreu na segunda-feira dia 14.06.2010.

Gloria Coelho

Gloria vem superando-se e, desta vez, apresentou um desfile onde a temática era a física quântica, e não é de hoje que Gloria opta pelo mundo da “ciência”, sua coleção de inverno 2010 era uma “Viagem Espacial”.

Alexandre Herchcovitch (masc.)

Uma obra de arte, uma miragem da alta-costura francesa, porém, com toda a essência nacional. Sem sombras de dúvida, Herchcovitch é o melhor estilista brasileiro.

Ronaldo Fraga

Com ar retrô e ao mesmo tempo comtemporâneo, Ronaldo Fraga, apresentou sua coleção com inspiração em “Turista Aprendiz” de Mario de Andrade.

Fernanda Yamamoto

“Uma coleção sobre São Paulo que vai além dos óbvios tons de cinza e clima urbano. Na verdade, o verão 2011 de Fernanda Yamamoto não tinha nada desses clichês utilizados em referência à capital paulistana. O ponto de partida para sua estreia no SPFW foram fotos aéreas do centro da cidade – e daí a visão um tanto abstrata dos telhados, viadutos, ruas, avenidas e rios que desenham a topografia da metrópole. Para Fernanda Yamamoto, dos céus São Paulo não parece industrial, é artesanal, rústica ao mesmo tempo em que delicada, leve e transparente”. (Extraído do portal FFW)

V.Rom

A V.Rom volta para as passarelas com “fome” de ser consumida, e acertou o alvo.

André Lima

Seu desfile tornou-se um espetáculo, não sei decifrar o tipo de espetáculo, mas Lady Gaga cairia bem como protagonista.

P.S.: Todas as fotos dos posts sobre o Fashion Rio e o SPFW foram extraídas do site: http://www.ffw.com.br

SPFW – 1º dia

13 jun

Na última quarta-feira, dia 09.06, teve  início o primeiro dia de Sao Paulo Fashion Week – SPFW. A Tufi Duek, primeira vez sem “Forum” na frente do nome, abriu a semana de desfiles. Logo depois Erika Ikezili, Priscilla Darolt, Rosa Chá (de Alexandre Herchcovitch), Reserva e Cia Maritima.

Tufi Duek

Sou uma pessoa que ainda não entende NADA de tecidos e modelagem, todavia, baseio-me na aparência, se é agradável ou não. No caso da Tufi Duek, a coleção vem muito sem sal e sem açúcar, os tecidos de aparência metalizada, e os cortes retilíneos, não valorizaram o corpo feminino, o que transparece uma falta de harmônia entre as partes.

Erika Ikezili

Se tem uma coisa que eu não gosto é muitas estampas, e foi assim, que a estilista Erika Ikezili abriu seu desfile, mas, logo depois, aparecerem roupas com estampas “menos pesadas”, clareando a passarela com tons menos abrasivos.

Priscilla Darolt

Apostou na silhueta retilínea, nas formas geométricas e no minimalismo. Em minha breve opinião, sua coleção deixa a desejar, apresentando uma certa repetência nos looks.

Rosa Chá

Sob os comandos do ilustre Alexandre Herchcovitch, a Rosa Chá, expõe em minúcia a magnitude do que chegará às lojas no quesito beachwear. O desfile explana glamour e nos remente ao prêt-à-porter parisiense.

Reserva

Colorido, Califórnia, surf, skate e até formas geométricas apareceram no desfile da Reserva. Muita informação em um só look, pouca em outros. E estampa de leopardo, pra mim, remete ao guarda-roupa feminino, todavia, eu gostei muito das t-shirts.

Cia Maritima

“O beachwear brasileiro é famoso mundialmente por três motivos: as estampas-desejo, a modelagem inovadora e, é claro, as modelos-deusas. Benny Rosset, diretor criativo da Cia. Maritima, não acertou na mosca em nenhum dos três alvos.” (Extraido do site FFW)
Acho que não preciso dizer absolutamente nada.