Arquivo | maio, 2010

Fashion Rio – 1º dia

30 maio

Uma pauta sobre o que os estilistas desfilaram no primeiro dia (27/05) de Fashion Rio.

Walter Rodrigues

Walter apresentou mulheres continentais (brasileiras, africanas e da Etiópia), porém, contemporâneas. Sua tabela de cores totalmente neutra baseia-se em tons de areia, marrom e marinho. Nos tecidos apresentou uma diversificação, musseline, algodão, lona, jacquard, brocado e até palha feita de PET reciclada. Nos pés, plataformas monstruosas. E chapéus malucos de Eduardo Laurino.

Nica Kessler

Sua coleção apresentou modelagem simples e rente ao corpo. Peças em tons suaves, estampas anos 70 e cintura alta. O tema principal era a Arquitetura Art Deco de Miami. No entando, seu desfile foi longo demais apresentando idéias repetidas e falhas na modelagem.

Mara Mac

“Aquela eterna reconstrução da natureza, após catástrofes naturais como as que vêm acontecendo”. É o tema da coleção nas palavras da estilista, que, optou por tons de cinza e preto na paleta de cores, porém, logo após uma “performance”, onde os cubos vermelhos (suspensos) contidos na passarela “caíram”, surge o vermelho vivo, o verde, o gelo, o bege e o branco para quebrar o tom sóbrio.

Salinas

Em sua moda praia, o que não faltou foram biquínis e maiôs com estampas florais e de paisagens. No entanto, as cores que predominaram nas peças foi o laranja, o branco, o azul, o preto, o amarelo e o verde militar. Na passarela, as modelos usavam acessórios pesados. Apareceram algumas peças compostas por listras também.

R.Groove

New romantics, new wave, mais uma porção de alusão ao passado, uma dose cavalar de sportswear, tons fluorescentes, estampas florais, bordado da folha da maconha e emoticons. É assim que o estilista Rique Gonçalvez tenta quebrar o (pré)conceito que assusta o público masculino. Afinal, adquirir um look totalmente rosa e vestir short não é pra qualquer homem.

Acquastudio

Com uma coleção que impõe curiosidade, a Acquastudio, apostou em tons fluorencentes e branco, brilho e drapeado, chapéus e sapatos de desgin curioso.

Alexandre Herchcovitch

29 maio

Aposto que todos os apaixonados por moda conhecem um pouco da história do paulistano Alexandre Herchcovitch, ou, no mínimo, já ouviu falar. Pois bem, o post de hoje é breve, porém conta com três perguntas – feitas por mim – com respostas saborosas, eu diria, de um dos nomes mais ilustres do mundo da moda no Brasil. Alexandre, também é conhecido no exterior, e já desfilou em cidades como New York, Londres, Paris, além do SPFW e Fashion Rio. Trabalhou na Ellus e na Zoomp,  foi diretor de estilo da Cori, tem sua marca Herchcovitch;Alexandre e atualmente é diretor artístico do cursos de Design de Moda (estilismo e modelagem) do SENAC de SP.
Por influência de sua mãe, dona de uma microempresa de lingeries, decidiu colocar seus dotes “artísticos” em prática. Mas, nem tudo foi de uma hora pra outra. Cursou fotografia por dois anos, mesmo assim, não deixou a moda de lado, acatava a encomendas de amigos e desenhava roupas para a mãe. Quando Alexandre concluiu  ensino médio – ainda não havia escolas de moda – optou por estudar artes plásticas na FAAP, logo, percebeu que sua vocação não era exatamente produzir arte e, sim, usá-la a seu favor. Assim, transferiu-se para a faculdade Santa Marcelina, onde estudou moda até 1993.

Leia a entrevista:

A caveira é o logotipo da tua marca e, também uma imagem que sempre aparece nas tuas coleções. Qual é a mensagem por trás dela? O quê ela “conta” sobre a tua pessoa? E porque escolheu uma caveira para ser tua “marca registrada”?
Herchcovitch:
Em primeiro lugar a caveira não aparece sempre em minhas coleções, nós preservamos a imagem da caveira e utilizamos com cuidado. A caveira é um símbolo de vida, que estrutura o corpo. Sempre gostei do símbolo desde criança e resolvi tê-la como ícone para a marca logo após ter feito uma camiseta estampada com ela no final dos anos 80.

No livro “Alexandre Herchcovitch: cartas a um jovem estilista. A moda como profissão” tu citas “vender moda muito além do mero vender roupas, ou seja, vender um estilo de vida”, explique:
Herchcovitch:
As pessoas hoje consomem estilos de vida e não produtos, elas escolhem produtos onde se expressam através deles.

Pra quem está começando no ramo da moda, especificamente, como estilista, quais oportunidades deve buscar?
Herchcovitch:
Deve procurar uma faculdade de moda, um estágio durante todo o período de faculdade, se informar e estudar história da moda e da arte, saber modelar e costurar antes mesmo de saber desenhar, desenvolver linguagem própria.

OBS.: Houve um erro na primeira pergunta, por desatenção de minha parte, era para mencionar que a caveira QUASE sempre aparecia nas coleções dele.

A moda rock

23 maio

Este post é sobre meu gosto particular de estilo masculino – o estilo roqueiro. Acho muito sexy homem vestindo calça justa, sapatos ou tênis dos mais diversos estilos, camisa xadrez, camiseta colorida em gola V, coturno, camisetas divertidas, jaquetas de couro, chapéus, blazer, etc, etc, etc. Então, mais streetwear pra vocês, com looks do meu gosto privado. Acredito que não é necessário “explicar” os looks, todos estão bem claros e suas sobreposições perceptíveis, todavia, citarei a (as) peça-chave de cada um.

Peça-chave: t-shirt com estampa.

Peça-chave: blazer.

Peça-chave: t-shirt com desenhos geométricos.

Peças-chave: chapéu e camiseta gola V.

Peça-chave: jaqueta de couro.

Peças-chave: t-shirt divertida e cardigã.

Peças-chave: blazer e sapato.

Peça-chave: colar.

Peça-chave: camisa xadrez.

Peça-chave: camiseta colorida.

Peça-chave: sapato e wayfarer.

Boyfriend Shirt

23 maio

A boyfriend shirt invade nosso guarda-roupa. Aquela camisa social que mais parece emprestada do seu pai/namorado e que fica super larga, já virou febre no hemisfério norte e, logo mais pinta por aqui, que tal acelerar as coisas? Seu modelo é contemporâneo e clássico. A largura e/ou a transparência da camisa é sexy e andrógina. Ela combina com jeans escuro, short, legging, short de seda que está em alta… Arrisque!

P.S.: Olha o militarismo presente.

Meia-calça rendada

23 maio

Quando a moda traz como tendência o estilo roqueiro, surgem às meias-calças rendadas para dar um ar romântico às produções cheias de atitude, couro, spikes, tachas, etc. Porém, percebo certa desarmonia em alguns looks em que elas aparecem. Sendo assim, separei algumas fotos onde a meia-calça rendada não deixa o look com ar pesado e muito menos sem à harmonia que proporciona o glamour a roupa.

Se tem uma peça que NÃO PODE faltar no guarda-roupa feminino, essa com certeza, é o vestido preto bá-si-co. Ele sempre combina com tudo, inclusive com meia-calça rendada. E convenhamos, o look da Victoria Beckham está absolutamente luxuoso, mesmo simples.

Trench cout, vestido e jaqueta de couro. Não tem erro. Mas, o vestido precisa ser liso, sem muita informação nas peças, tudo muito básico.

O look do dia-a-dia que te deixa super descolada, short jeans, regata (essa pode ser lisa ou apresentar desenhos não muito chamativos, pois, senão, brigará por atenção com a meia-calça), coturno, tênis ou ankle boot.

Um dos looks que eu mais gostei. Ankle boot cinza para quebrar o preto do vestido tubinho e da jaqueta de couro.

Paris Hilton sempre DIVA, né? A combinação dela está linda: short jeans preto (super discreto), t-shirt divertida, jaqueta de couro e ankle boot.

Meia-calça rendada de corações ou bolinhas, tem coisa mais fofa? No look ela combinou, perfeitamente, uma long shirt/mini vestido jeans com cinta para marcar a cintura e ankle boot.

Ankle Boots

15 maio

Uma “idolatria” arrebatadora envolveu as mulheres do século XX: a paixão pelos calçados. Eles são muito mais do que aparentam, são muito mais do que meros sapatos, eles revelam a personalidade, fetiches, intenções.
Interrompendo a parte cultural e começando a falar da mais nova paixão das mulheres: as ankle boots. O termo ankle boot – originado do idioma inglês que significa ankle=tornozelo, boot=bota – surgiu nas derradeiras décadas  do século XX.

E como todo mundo sabe, assim como as open boots, as ankle boots estão dominando a estação, variando seus estilos desde o galm rock até o que podemos chamar de “clássico”. Mas convenhamos, o que seria de uma ankle boot sem correntes, tachas, fivelas e spikes quando a SUPER tendência – além da militar – é voltada  para o estilo rockeiro? Então, aí vão alguns looks com ankle/open boots para te servir de inspiração:

Aposte em: open boot, blazer curto, camiseta ou regata, saia de babados, colares leves.

Aposte em: skinny jeans, t-shirt, jaqueta e open boot.

Aposte em: mais uma vez na calça skinny, ankle boot, blusa de lã de estrutura leve e pontos largos, bag e cachecol.

Aposte em: t-dress, ankle boot e jaqueta de couro com tachas.

Apostem em: saia godê alta, ankle boot, jaqueta de couro, meia-calça, gorro de lã e blusa tomara que caia.

Aposte em: jaqueta jeans curta, chapéu, ankle boot salto anabela, long shirt e claça jeans skinny.

Aposte em: vestido justo, cinta larga, meia-calça e ankle boot.

Aposte em: trench cout, meia-calça rendada, ankle boot e cachecol.

Aposte em: meia-calça lisa, ankle boot, long shirt, casaco, chapéu e bolsa grande com tachas/spikes.

Aposte em: casaco militar, meia-calça rendada, ankle boot anabela, tight dress e lenço com estampas animais como acessório.

Aposte em: ankle boot, skinny jeans, t-shirt e casaco estilo blazer.

Aposte em: saia lápis, regata, com ou sem meia-calça e open boot.

* O modelo – ankle boot – é indicado para pessoas de tornozelos finos e de maior estatura com pernas alongadas, uma vez que o modelo achata a silhueta. Claro, existindo exceções.


Do not dress this way!

9 maio

O post de hoje relata um pensamento muito pessoal sobre “combinações” e como se vestir, todavia, nada que digo aqui é uma “regra” partida dos grandes nomes da moda no mundo, e sim, meu ponto de vista sobre. E, claro, tudo tem suas exceções. Quero deixar bem claro que não tenho nada contra as pessoas que se vestem como os looks seguidos abaixo, é apenas uma questão de gosto pessoal.

Calção – nesse caso, mais pra short – curto e colado, definitivamente nada atraente.
Sugestões: com cardigã longo e t-shirt, como ele está usando, fica bem um calção um pouco mais largo na altura dos joelhos, ou, um jeans skinny.

Detalhe de coraçãozinho fica melhor em mulheres, principalmente quando estamos falando de calçado.
Sugestões: neste caso, ao invés do coração um desenho de caveira, porém, prefira calçados mais discretos quando a parte superior pede seriedade. Mas, há a possibilidade de construir um look descoladíssimo, mesmo no caso da petição por  “seriedade”, blazer e camisa social com uma skinny preta e um Nike SB coloridão, que tal?!

Volto a dizer, calção colado pra homem não é muito cool, apesar disso, o comprimento está ideal.
Sugestão: calção mais largo.

Sapato de bico fino não cola, né? Tudo bem que calça dobrada até à altura da canela está na moda, mas com esse sapato…
Sugestões: que tal um coturno bem style? Sem calça dobrada. Ou um sapato arredondado/quadrado com a calça um pouco larga e dobrada, hein?

Para peças de roupa tão pobres não tem espaço pra um cinto tão chamativo – e feio.
Sugestões: opte por uma sapatilha de preferência em tom neutro ou preta e adicione um cardigã de paetês para acrescentar vida ao look – se for sair à noite – vale também um colar discreto como acessório.

Cadê a harmonia deste look? O colar não é usável em nenhuma ocasião. E o sapato de muito mau gosto.
Sugestões: ankle boots ever, t-shirt, colar pesado em tom de dourado.

Regatas com decotes muito acentuados, na minha breve opinião, não tem vez.
Sugestões: apenas troque-a por uma outra menos decotada ou por uma camiseta.

E a cor do calçado? Nem um pouco atraente.
Sugestões: como o look dela é muito colorido, colocar um calçado preto ali, chamaria mais atenção do que se a cor do sapato fosse rosa, ou, lilás, para combinar com a bolsa.

Tamanco clog é uma coisa que não precisava ter sido inventada.
Sugestões: o look pede simplicidade, trocar o clog por uma sapatilha azul avatar – super tendência – ou um tênis All Star em tom salmão.

A meia-calça rendada e o coturno de oncinha pesaram demais.
Sugestões: meia-calça preta fina e lisa, nos pés as opções vão de coturno preto até azul, de ankle boots rocker até open boots.

Errou no comprimento do calção, no entanto, acertou na largura. E blusa com muitos rasgos torna-se vulgar.
Sugestões: calção na altura dos joelhos, blusa mais decotada e sem tantos rasgos.

Sapato branco: aposente-o.
Sugestões: se no lugar do sapato branco estivesse um All Star branco, o look mudaria de ares, acrescente uma cinta de sua preferência.

Flores como acessório? NUNCA. Colar de pérolas em um homem? NUNCA.
Sugestões: tem tanto broxe de banda bonito por aí, escolha um/uns de sua banda preferida e seja feliz. Prefira colares leves, curtos e discretos para um look parecido com o acima e elimine o lenço, cachecol cai bem melhor.

Calça saruel masculina não dá, né?
Sugestão: ou larga ou justa.

Nada de calças manchadas no estilo dessa. Mas, fique atento, jeans manchado não é a mesma coisa.
Sugestões: como a camiseta chama muita atenção a calça pede discrição, abuse do coturno num look como o dele.

Calça jogging ou saruel feminina é algo totalmente confortável, contudo, totalmente anti-feminista. E esse sapatinho? Horrível.
Sugestões: troque a calça jogging por legging ou uma jegging, a camisa por cima da legging/jegging para um look mais despojado, nos pés fique com um All Star.

As pulseiras metalizadas em grande quantidade como mostra acima tiraram a harmonia do look.
Sugestões: pulseiras finas, ou deixe o acessório para outra ocasião.

Esta open boot cor caramelo com uma meia 7/8 e long shirt não combinou.
Sugestão: open boot preta tachada.

Vestido floral, meia-calça rendada e coturno de cano alto=nada interessante
Sugestões: se o vestido trouxer tecido com flores opte por meia-calça lisa, ela pode até ser colorida, desde que não tire a harmonia do look, coturno de cano baixo.

Ela também errou na altura do cano do calçado.
Sugestões: bota ou coturno de cano curto, ankle boot para dar aquele toque de glamour.

Ou meia-calça rendada ou saia estampada.
Sugestão: saia na cor vermelho escuro tubinho, ou meia-calça lisa.

Calção xadrez é outra coisa nada cool.
Sugestão: calção jeans.